Como Descartar Remédios do Jeito Certo – Passo a Passo

Kinax

Aprender Como Descartar Remédios vencidos, curativos e seringas é essencial para proteger a saúde das pessoas que coletam esses materiais, evitar riscos de contaminação e também preservar o meio ambiente.

Para saber quais são as maneiras adequadas de fazer esse descarte, confira nosso artigo.


Maneiras Corretas de Como Descartar Remédios

Como Descartar Remédios

Essas dicas simples de Como Descartar Remédios devem ser seguidas com o objetivo de evitar contaminações em casa e também de outras pessoas envolvidas na coleta desses itens. Anote cada dica.

Remédios Vencidos

O primeiro passo de Como Descartar Remédios vencidos é saber que eles nunca podem ser colocados no lixo comum ou reciclável e também jamais podem ser despejados no esgoto doméstico.

Quando os remédios são colocados no lixo (comum ou reciclável), as substâncias contidas deles podem causar contaminações, inclusive ao meio ambiente.

Essa mesma contaminação pode ocorrer mediante descarte na rede de esgoto doméstico, já que esse sistema não tem capacidade para eliminação total das substâncias tóxicas que são geradas após vencimento dos medicamentos.

O mais indicado é descartar esses medicamentos nos pontos de coleta localizados na maioria das farmácias e drogarias espalhadas pela cidade.

Esses postos de coleta se responsabilizam pelo descarte adequado desses medicamentos vencidos, evitando uma série de riscos de contaminação para os seres humanos, animais e meio ambiente como um todo.

Nossa dica é que as pessoas saibam previamente quais farmácias ou drogarias mais próximas possuem esses postos de coleta. Isso torna o procedimento de descarte mais ágil.

Curativos Usados

Além de saber Como Descartar Remédios, é de suma importância ter atenção redobrada com relação ao descarte de curativos usados, já que a presença de sangue, secreções e vestígios de substâncias ligadas a vírus, fungos ou bactérias, torna os curativos usados com alto poder de contaminação para as pessoas, os animais e o meio ambiente.

Por curativos, consideram-se: algodão, gazes, esparadrapo, ataduras de crepe, espátulas, bandagem, cotonetes e band aid.

O indicado é que todos esses itens, quando usados, sejam armazenados em sacos de lixo hospitalar específicos para resíduo infectante, sendo que esses sacos podem ser adquiridos em locais especializados.


O ideal é optar pela compra de sacos menores, com capacidade em torno de 15 litros. Isso evita que os resíduos se acumulem na residência.


Feito esse primeiro descarte, os sacos deverão ser totalmente vedados e levados ao posto de saúde mais próximo para que ele tenha um descarte final adequado.

Para facilitar, recomenda-se ligar no posto de saúde antes e saber se há horários específicos para a coleta desses materiais e se há regras específicas que devem ser seguidas para entregá-los.

Seringas

Como Descartar Remédios - Seringa

Como Descartar Remédios envolve também adotar cuidados especiais para descarte adequado de seringas.

Nesse caso, a gravidade é ainda maior, já que, além das substâncias com alto teor de contaminação, o contato de agulhas pode causar ferimentos nas pessoas responsáveis pela coleta e nas demais que tiverem contato com esse item.

Dessa forma, o mais indicado é que as seringas nunca sejam descartadas no lixo comum ou no reciclável, já que elas não se enquadram nessas categorias.

Por descarte de seringas, entende-se os seguintes itens: seringas usadas (com ou sem agulhas), seringas com agulhas, lâminas de bisturi, agulhas hipodérmicas, fio de sutura agulhado, frascos de vidro, ampolas, escalpes e vidros quebrados.

O primeiro passo para o descarte desses itens é que eles devem ser colocados em um recipiente apropriado, que no caso é o coletor rígido para perfurocortantes com capacidade de 1 litro. Esse produto é vendido nas farmácias ou em lojas especializadas.

Depois desse descarte, o coletor deve ser totalmente vedado e levado para uma unidade básica de saúde para que seja realizado o descarte final.

O posto de saúde deve fornecer todas as orientações necessárias para evitar todo tipo de risco de contaminação.

O descarte de seringas usadas também pode ser feito em algumas farmácias ou drogarias que tenham postos de coleta.

Basta buscar informações quanto aos estabelecimentos mais próximos disponíveis e solicitar as regras que devem ser seguidas para levar essas seringas.

Caso seja totalmente impossível realizar o descarte desses materiais na unidade básica de saúde ou no posto de coleta de farmácias ou drogarias, a medida a ser adotada é colocar as seringas, ampolas e demais itens perfurantes em um recipiente de plástico grosso, que deverá ser bem fechado e identificado como “material cortante” ou “seringa.” Esse simples cuidado evita que os coletores sofram riscos.

Depois que o material é armazenado e identificado, é preciso colocá-lo no lixo comum e não no reciclável.


Todos esses cuidados são essenciais para proteger a saúde das pessoas, de animais e do meio ambiente, evitando inúmeros riscos de contaminação.

Depois de aprender Como Descartar Remédios, compartilhe essas informações com outras pessoas para que elas também fiquem bem informadas sobre esses cuidados básicos de saúde.